O estilo e o termo blues

autor: Junior da Violla

     O blues é mais do que um mero estilo musical. O blues é um sentimento, é uma manifestação pura do sentimento de um povo que recém liberto da escravidão clamava por igualdade, respeito e consideração. O blues nasceu do lamento dos negros norte americanos e carrega em si toda a dor e angústia pelo qual este povo passou nos anos de escravidão na América. Estilo simples, na gigantesca maioria das vezes com músicas que não ultrapassam 3 acordes, ornamentadas com solos em escala pentatônica, a mesma usada por chineses e indianos, mas com o acréscimo da "blue note", a nota que faz com que esta escala se torne bluseira, se torne negra. O blues na sua simplicidade se tornou a base de tudo o que foi produzido na música norte americana, do jazz ao rock, do funk ao pop. Neste trabalho pretendo apresentar o estilo, sua história, características, desmembramento em novos estilos e seus heróis que escreveram seus nomes ao som das blue notes.
 
 
O termo blues
 
     Edito Island, estado da Carolina do Sul, Estados Unidos, corria o ano de 1862. Em 14 de dezembro daquele ano uma negra nascida livre, que tinha estudado e se tornado professora escreveu em seu diário:
 
"Voltei da igreja com o blues. Joguei-me sobre meu leito e pela primeira vez, desde que cheguei aqui, me senti muito triste e muito miserável".
 
     É no diário da professora Charlotte Forten que aparece pela primeira vez o termo blues. Neste dia ela não define as relações eventuais do blues ou nos dá qualquer descrição do que seria aquilo. Porém alguns dias mais tarde, em 18 de Fevereiro de 1863 ela fala em seu diário da canção Poor Rosy:
 
"Uma das escravas me disse: Gosto de Poor Rosy mais do que qualquer outra canção, mas para cantá-la bem é preciso estar muito triste e com o espírito inquieto"
 
     Esta é a melhor definição do termo blues. A música Poor Rosy não era um blues mas sim uma balada. Provavelmente o blues não existia ainda na época em que Charlotte estava em Edito Island, porém o termo blues com todas as suas conotações depressivas e de fossa ja fosse termo comum entre os negros.
     O termo blues é muito mais antigo. A expressão to look blue no sentido de se estar sofrendo de medo, ansiedade, tristeza ou depressão ja era corrente em 1550. Na época pós-elizabetana era costume na Inglaterra empregar o termo blue devils para designar espíritos malígnos. Em 1787 os blue devils passaram a simbolizar um estado de depressão emocional, enquanto a palavra blues aparecia em 1822 relacionada às alucinações provocadas pelo delirium tremens. Em um trecho de Salamangundi XI, do escritor americano Washigton Irving, datado de 1817 o termo aparece com esta conotação:
 
" Ele concluiu sua arenga com um suspiro e eu vi que ainda estava sob influência de toda uma legião dos blues"
 
     O próprio Thomas Jefferson escreveu em 1810:
 
"Nós somos assaltados às vezes por algo dos blue devils"
 
     Nos anos de 1830 e 1840 dizer que a pessoa tinha os blues significava que estava aborrecida, em 1860, época em que Charlotte descreve o blues em seu diário, significava infelicidade.

O sucesso deste projeto só se dá graças ao empodeiramento feito pela iniciativa Pulsar da Curadoria Social